Startups e o Fluxo de Caixa Efetivo

startups e fluxo de caixa

A administração da coleta do seu caixa provavelmente não foi aquilo que atraiu você ao empreendedorismo em primeiro lugar, mas essa é uma parte crucial da administração do seu negócio. Quando chega o fim do dia, nenhum negócio consegue sustentar-se sem caixa – e isso é especialmente verdadeiro para uma startup com recursos mínimos.

Uma grande maioria de negócios é forçada a fechar as suas portas devido a uma gestão inadequada do seu caixa. Por mais alarmante que seja essa estatística, você pode salvar a sua startup desse desfecho, reestruturando as suas coletas de caixa para que elas trabalhem para você, e não contra você.

Em um mundo ideal, você recebe pagamentos pelo valor real dos serviços que fornece durante um período específico de tempo. Nesse contexto você tem uma visão clara do volume de recursos que está gastando e o correspondente fluxo de caixa. Portanto, você pode concentrar-se na renovação do mercado uma vez por ano, em vez de toda semana ou todo mês.

Porém, a maioria das startups computa a renda no momento da venda, e não quando ocorre o pagamento. Isso torna-se um problema quando uma startup cobra de um cliente depois de suprir o valor de um ano inteiro de serviços, e o cliente paga em atraso, ou sequer paga. Esse tipo de situação pode significar uma séria ameaça ao seu negócio.

Leia também:  O melhor controle financeiro para empresários iniciantes

Para manter a saúde da sua empresa, aí vão algumas dicas para um sistema efetivo de fluxo de caixa:

Exija pagamentos contra a entrega, em dinheiro ou cartão de crédito, para evitar a incerteza ou atrasos de pagamentos. Você pode também encorajar ou exigir pagamentos antecipados. Ainda que alguns clientes possam ficar desanimados com altos custos antecipados, descontos podem conquistá-los, e multas por atraso de pagamento podem reduzir a inadimplência e ajudá-lo a projetar fluxos de caixa.

Não deixe de enviar a sua cobrança com bastante antecipação. Se você não der a seus clientes um aviso com bastante prazo, estará praticamente convidando um atraso de pagamento. Além disso, monitore todas as faturas significativas, e tenha preparado um sistema para linhas de crédito e acompanhamentos. Se precisar de ajuda com faturas importantes, utilize um serviço profissional de cobrança.

Algumas startups gastam demais para adquirir novos clientes ou oferecem test-drives extensos a fim de aumentar rapidamente a sua base de clientes, imaginado que recuperarão esses custos iniciais com o tempo. O problema é que esse período de tempo pode esticar-se por anos, e é difícil dizer se um cliente será fiel a você por vários anos. Não perca o seu tempo brincando com o seu fluxo de caixa líquido. Em vez disso, garanta-se um período de retorno em menos de um ano, e force a auto-renovação de contratos anuais.

Leia também:  Entenda o que é projeção de fluxo de caixa

Se você não tem um orçamento claro e uma contabilidade adequada, é quase provável que você esteja perdendo dinheiro. Startups em seu estágio inicial raramente têm os recursos para um contador em tempo integral, mas se você não estiver registrando diligentemente os seus gastos, você não terá como saber se está atropelando o seu orçamento.

Por exemplo, você poderia estar gastando uma grana preta montando quiosques em feiras de negócios ou promovendo eventos da indústria, na suposição de ter um certo retorno garantido, mas essa estimativa não é científica, e muitas vezes é imprecisa. Utilize ferramentas profissionais para esclarecer esse tipo de gasto, e faça uso de iutras áreas do seu orçamento.

Empresas em seu estágio inicial muitas vezes negligenciam a sua gestão de estoques. Ainda que seja importante garantir um suprimento suficiente, startups têm uma tendência de exagerar no seu volume de estoque, ou selecionar as opções de transporte mais baratas, algo que pode na verdade sair mais caro, no momento em que você leva em conta os custos de um estoque ocioso. Uma opção para melhorar a sua gestão de inventário, reduzindo o seu estoque ocioso, é falar com bancos que oferecem financiamento de estoques, a fim de que você não tenha de empatar o seu caixa.

Leia também:  6 boas práticas de controle financeiro que você precisa conhecer

Se você quer crescer o suficiente para dar-se o luxo de delegar essas tarefas, você precisa administrar bem o seu fluxo de caixa já. De outra forma, você poderá ver-se afundando em dívidas.

Deixe uma resposta