Vendo o mês inteiro mas não sei para onde foi o meu dinheiro!

para onde foi o meu dinheiro

Você trabalha, vende o mês inteiro e no final não consegue visualizar onde foi parar o dinheiro do seu negócio?

Provavelmente você já deve ter feito essa pergunta ao final de mais um mês de trabalho. E isso causa uma certa frustração no empreendedor. Neste artigo vamos tentar auxiliá-lo e entender melhor essa situação. Isto acontece porque na vida financeira das empresas temos duas realidades distintas: Regime de Competência e Regime de Caixa.

Tomemos como exemplo uma confeitaria que produz tortas ao custo unitário de R$ 20,00. No último mês, foram vendidas 200 tortas ao preço unitário de R$ 50,00. A empresa possui um custo fixo mensal de R$ 3.000,00.

artigo1_receitas

Analisando as receitas e custos que aconteceram no último mês, ou seja, aquilo que compete ao último mês, podemos afirmar que a confeitaria deu um resultado positivo de R$ 3.000,00. É desse modo que se analisa o desempenho pelo Regime de Competência.

Entretanto, assim como a maioria das empresas, nossa confeitaria trabalha com vendas e compras à prazo. Nas vendas realizadas no último mês, 40% foram à vista e 60% para 30 dias. As compras foram realizadas para pagamento em 30 dias. Analisando o resultado, considerando como o dinheiro entrou e saiu do caixa da empresa, teremos:

artigo1_receitas2

Como os custos fixos devem ser pagos mensalmente, apesar de um bom resultado no Regime de Competência, quando analisamos as entradas e saídas do dinheiro no caixa da empresa observamos que o resultado não é tão bom assim. É desse modo que se analisa o desempenho pelo Regime de Caixa.

Leia também:  Saiba a importância de otimizar o controle financeiro de sua empresa

O Regime de Caixa nos mostra como o dinheiro se comporta na empresa e permite identificar as necessidades de capital de giro, condições de compras e vendas a negociar.

Consolidar tudo que entrou e saiu (recebimentos e pagamentos) do dia 1º ao dia 31 é a modo de saber se o seu negócio dá lucro ou prejuízo, e quanto!

Se você não tem essas informações de forma clara e acessível, ou as tem com muitas dificuldades e contas paralelas, convido você a conhecer o ProFinanceiro Master que nós lançamos no mercado. É a implantação de um controle financeiro de baixo custo com onde você será orientado por um consultor especialista em pequenos negócios desde a implantação do sistema, análise do seu histórico e orientação técnica após a implantação!

profinanceiromaster_banner_principal

Descubra como o ProFinanceiro Master pode ajudar você!

marcelo Marcelo Coutinho

Experiente consultor em custos, gestão financeira e administração em geral. Especialista em políticas públicas de desenvolvimento econômico com foco em pequenos negócios

Leia também:

Lucro Real x Lucro Presumido: entenda as diferenças e como escolherLucro Real x Lucro Presumido: entenda as diferenças e como escolher

Escolher corretamente o regime tributário ao qual sua empresa estará submetida é importante tanto para pagar menos impostos como também para garantir a total regularidade fiscal e tributária. Nesse sentido, dois dos regimes tributários mais populares são o Lucro Real e o Lucro Presumido.

Deixe uma resposta