Aprenda a diminuir gastos para um melhor resultado financeiro

Aprenda a diminuir gastos para um melhor resultado financeiro

Seja para manter a competitividade da empresa no mercado, seja para promover um crescimento de forma sustentável, a redução de custos será um fator crucial de contribuição. Mas primeiro, é preciso identificar onde ocorrem os desperdícios e, em seguida, elaborar um bom plano de ação focado em diminuir gastos.

Para ajudar, listamos abaixo algumas dicas de onde e como você pode começar. Confira!

1. Estabeleça um melhor controle do estoque

Compras mal planejadas podem resultar em mercadorias encalhadas. Ou seja, dinheiro imobilizado. Além disso, a empresa assumirá custos mais elevados para armazenar e mover o estoque. Perdas por deterioração também são comuns nesses casos.

Por isso, baseie as compras com base no histórico de vendas. Veja o que vende mais em cada período e planeje compras mais adequadas às realidades do negócio.

Antecipe as necessidades de estoque com as projeções de vendas para não realizar compras emergenciais. Caso contrário, pode pagar caro pelas mercadorias e não recebê-las dentro do prazo.

2. Negocie os planos de telefonia e internet

Telefone e internet são serviços essenciais a qualquer negócio. O problema é que muitos gestores não sabem o quanto podem economizar com eles.

Primeiramente, avalie a necessidade da empresa respondendo as seguintes perguntas:

  • A maior concentração de chamadas telefônicas será local ou interurbana?
  • As ligações serão realizadas via aparelhos fixos ou móveis?
  • Qual a velocidade exata de internet que o seu negócio demanda?
Leia também:  O que é fluxo de caixa?

Respondendo a essas perguntas ficará mais fácil identificar os custos excessivos e diminuir gastos, pesquisando quais operadoras oferecem os planos mais adequados.

Opte por planos corporativos, pois costumam ser mais econômicos. Mesmo assim, sempre negocie descontos.

3. Terceirize os serviços menos essenciais

Muita gente não acredita, mas terceirizar as atividades não essenciais ao negócio pode ajudar a reduzir custos. Manter um departamento de Recursos Humanos, Contabilidade e Marketing, por exemplo, pode ser mais caro do que terceirizá-los.

Além de diminuir gastos, os serviços poderão ser prestados com maior eficiência e profissionalismo, melhorando a imagem da empresa no mercado.

4. Reduza o consumo de energia elétrica

O consumo de energia elétrica pode concentrar o maior volume de desperdícios de uma empresa. Para evitar isso, use meios de aproveitar melhor a luz do dia. Caso não seja possível, use sensores de presença para apagar as luzes quando os ambientes estiverem vazios.

Antes de ir embora, também desconecte todos os equipamentos eletrônicos das tomadas para diminuir gastos de energia com o modo “stand by”.

O ar-condicionado é um grande vilão do consumo de energia, mas pode ser controlado mantendo-o desligado em períodos mais frescos como no inverno, na parte da manhã e à noite abrindo as janelas.

5. Digitalize os documentos

Custos com impressoras podem ser reduzidos digitalizando documentos para diminuir a necessidade de papéis, tinta e manutenções do equipamento.

Leia também:  Startups e o Fluxo de Caixa Efetivo

Procure criar, modificar e armazená-los em computadores. Esse processo permite a empresa diminuir gastos também com tempo, espaços, armários e estantes para o armazenamento dos documentos físicos.

Para agregar maior segurança contra a perda dos documentos, utilize serviços gratuitos de armazenamento em nuvem, como o Google Docs ou o Dropbox, por exemplo.

6. Adote um software de gestão financeira

O controle de gastos pode ser mais eficiente quando a empresa conta com o apoio de um software de gestão financeira. Isso porque ele permite uma visão mais abrangente de onde e como os recursos da empresa estão sendo utilizados apontando oportunidades de melhorias.

Com essas dicas, ficará fácil diminuir gastos na empresa. Mas lembre-se: é preciso envolver todos os colaboradores no plano. Estabeleça metas mensais de redução e motive-os a assumir esse compromisso. Com o tempo, a economia se tornará um hábito.

E aí, gostou das dicas? Veja também 6 boas práticas de controle financeiro que você precisa conhecer!

Deixe uma resposta