4 dicas para organizar as finanças da empresa

4 dicas para organizar as finanças da empresa

Organizar as finanças da empresa é um requisito fundamental para que o empreendedor consiga fazer uma gestão eficiente do seu próprio negócio. Quando o controle financeiro não é feito ou quando é realizado de forma precária, a empresa corre o risco até de fechar as portas. Excesso de gastos, atraso de contas, pagamento de juros são algumas das consequências da falta de gestão financeira adequada.

Para deixar as contas do seu negócio sempre em dia, confira a seguir as 4 dicas para organizar as finanças da empresa.

1) Analise e categorize o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma excelente ferramenta para o empreendedor, já que mostra com clareza a movimentação das finanças da empresa. O fluxo de caixa deve conter as entradas (as receitas) e as saídas (as despesas e os custos) para determinado período, ideal mais de três meses. Esse instrumento de gestão permite que o empresário analise de onde vem e para onde vai o dinheiro do negócio. Para organizar as finanças, é recomendável que o fluxo de caixa esteja dividido em categorias. No caso dos gastos, por exemplo, recursos humanos, matéria-prima, tributos, entre outros.É o famoso Plano de Contas.

2) Entenda o papel do balanço patrimonial para organizar as finanças

Qual é o tamanho da sua empresa? Quanto ela possui em caixa ou em imóveis? Muitos empresários não saberiam responder a essa pergunta com exatidão. Para suprir essa falta de informação e organizar as finanças da empresa, outro instrumento importante é o balanço patrimonial. Nesse documento, encontram-se os ativos e os passivos do empreendimento. Em geral, o balanço patrimonial é divulgado anualmente. O patrimônio líquido é a diferença entre os ativos e os passivos da empresa. Ao fazer o comparativo das contas a cada ano, com o auxílio de um consultor ou contador, o empresário poderá fazer o planejamento financeiro da empresa com mais precisão.

Leia também:  A sua empresa é lucrativa?

3) Separe as finanças da empresa de suas contas pessoais

Para organizar as finanças, o empresário deve fazer uma divisão clara entre as contas da pessoa jurídica e as da pessoa física. O proprietário e os sócios devem ter uma remuneração mensal, como é o caso do pró-labore, mas jamais retirar dinheiro do caixa da empresa para quitar pendências pessoais. Mesmo parte dos lucros do negócio deve ser reinvestida no empreendimento, para que ele possa se desenvolver e crescer ainda mais. Porém, quando há retiradas exageradas por parte dos proprietários, o capital de giro da empresa diminui, e, assim, ela pode até pagar juros por causa de contas atrasadas.

4) Utilize a tecnologia para otimizar a gestão

Conheça o ProFinanceiro

Conheça o ProFinanceiro

Exatidão e agilidade são duas características que devem fazer parte da gestão financeira de uma empresa. Deixar de registrar as entradas e as saídas no fluxo de caixa ou confiar apenas na memória para saber como está a situação do negócio pode ser muito prejudicial para a saúde financeira do empreendimento.

Para facilitar o controle das finanças, é recomendável que a empresa utilize um software de gestão financeira, para agilizar o trabalho. Com um sistema, o empresário reduz o risco de uma interpretação errada das contas da empresa e, assim, pode tomar decisões com mais assertividade. Tenha em mente que “amadorismo” não pode combinar com um negócio que quer crescer no mercado; por isso, veja a otimização de processos como investimento e não como gasto.

Leia também:  6 boas práticas de controle financeiro que você precisa conhecer

Além das dicas que apresentamos, quais outras medidas você toma para organizar as finanças da sua empresa? Conte-nos sua experiência nos comentários!

2 comentários sobre “4 dicas para organizar as finanças da empresa

Deixe uma resposta